IMOBILHADOS

sinopse

O que existe além daquilo que vemos pela janela ou escutamos no andar de cima? Imobilhados é um espetáculo de máscaras expressivas, no qual o espectador é convidado a espiar fragmentos da vida de moradores de um um edifício. Revelando particularidades existenciais individuais e coletivas, vizinhos

desdobram suas relações e testam os limites da convivência, expondo seus segredos, anseios e fragilidades. 

ficha técnica

Direção: Liane Venturella

Dramaturgia: Máscara EnCena e Liane Venturella 
Elenco: Alexandre Borin, Camila Vergara, Fabio Cuelli e Mariana Rosa
Trilha sonora original: Caio Amon • Cenografia: Rodrigo Shalako
Iluminação: Fabiana Santos • Figurinos: Liane Venturella
Costureira: Titi Lopes • Máscaras: Máscara EnCena 

Direção de Construção de Máscaras: Fábio Cuelli 
Fotografia: Fabrício Simões e Claudio Etges
Assessoria de Imprensa: Prática Comunicação

Direção de Produção: Camila Vergara
Produção e Realização: Máscara EnCena 

Este espetáculo foi financiado através de financiamento coletivo. 

"Imobilhados é um verdadeiro tour de force de encenação e que se torna ainda mais admirável quando se descobre que são apenas quatro atores que se multiplicam em pelo menos nove personagens , numa rapidez e numa incorporação concreta, de absoluto convencimento, que nos deixa a todos admirados."                                            

Antonio Hohlfeldt, Jornal do Comércio 

Os dilemas, a intimidade e os desafios de convivência entre moradores de um prédio de apartamentos servem como pano de fundo para o espetáculo. Convidando o espectador a testemunhar fragmentos da vida dos moradores, a peça faz uso da máscara expressiva inteira, através de uma linguagem que dispensa a fala, fazendo com que a atuação seja feita através de gestos, ações e movimentos. O prédio funciona como um microcosmo. Entre os seus habitantes, encontram-se os mais variados tipos: uma mulher carente e romântica, um homem recém chegado do interior, um velho ranzinza, uma hippie, uma síndica maníaca por limpeza, um casal punk, etc. Situações hilárias e outras dramáticas se desenvolvem, em retratos simples e poéticos da vida humana.


Para dar vida ao edifício, o cenário da peça é composto por uma estrutura em andaimes com dois andares, simulando sete apartamentos e um elevador. Cada apartamento representa um universo particular que dialoga com a personagem correspondente. A iluminação é concebida pensando nesses espaços de moradia e no direcionamento do foco. Balada romântica, tango, marcha alemã e até funk carioca com letra escrachada. Vinte músicas compõem a trilha sonora original de Imobilhados. As músicas foram compostas por Caio Amon, inspiradas na personalidade e comportamento de cada uma das nove personagens que integram o espetáculo. Villa-Lobos, Ennio Morricone, Black Sabbath, Beatles e musicais da Broadway foram algumas das inspirações. Por ser um espetáculo sem fala, a voz dos personagens é a música que eles ouvem no seu dia-a-dia. Estas músicas revelam muito dos sonhos, das fantasias e da poesia com que cada morador tinge o seu cotidiano. 

"Acredito que todo ator deveria experimentar esse trabalho tão poderoso de domínio e limpeza do corpo. O Máscara EnCena me ofereceu o desafio de dirigi-los nesse primeiro trabalho. Foi um prazer imenso mergulhar com eles na essência de cada movimento e mostrar a força e a delicadeza do silêncio.

Liane Venturella, diretora

festivais e prêmios

Festivais 

32º FESTIVALE - São José dos Campos (SP) 

19º Caxias em Cena - Caxias do Sul (RS) 

3º Mostra SESC de Teatro de Passo Fundo (RS) 

13º Festival SESC Palco Giratório Porto Alegre (RS)

25º Porto Alegre em Cena (RS)

2º FIMC - Festival Internacional de Máscaras do Cariri (CE) 

6º Festival Masq'Alors - Festival Internacional de Máscaras do Québec (Canadá)

Prêmios

PRÊMIO AÇORIANOS DE TEATRO 2017: 

Melhor Direção - Liane Venturella

Melhor Produção - Máscara EnCena

Melhor Cenário - Rodrigo Shalako 

Indicado em 7 categorias, incluindo Melhor Espetáculo. 

PRÊMIO BRASKEM DE TEATRO 2018:

Melhor Direção - Liane Venturella

PRÊMIO CENYM DE TEATRO NACIONAL 2018:

Melhor Cenário - Rodrigo Shalako

Melhor Execução de Som - Caio Amon

Indicado em 5 categorias, incluindo Melhor Grupo.

fotos

clipping

rider técnico

  • Facebook | Máscara EnCena
  • Instagram | Máscara EnCena
  • Vimeo | Máscara EnCena

© Máscara EnCena, 2017 | Porto Alegre - São Paulo (Brasil)  + 55 51 99519.5589